quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Teatro PSD

O PSD tem assumido ultimamente umas atitudes engraçadas e tristes. Carlos César apelou ao voto no Partido Socialista e o PSD criticou esse aspecto porque entende que não o deve fazer enquanto exerce o cargo de Presidente do Governo Regional dos Açores esquecendo-se que ele é também presidente do Partido Socialista dos Açores. Contudo, Carlos César mantém o respeito pelos açorianos ao não assumir as funções de cabeça de lista do PS nos Açores às legislativas de 27 de Setembro.

Olhando para o arquipélago de Jardim, já nem digo “para o outro arquipélago português”, eu pergunto: qual a opinião do PSD Açores sobre o facto de Alberto João Jardim, Presidente do Governo Regional da Madeira, ser o cabeça de lista do PSD Madeira às legislativas 2009 pela Região Autónoma da Madeira apelando assim, directamente, ao voto no PSD? Segundo o ponto de vista do PSD Açores, Jardim também não devia ser candidato a deputado nas legislativas, pois, directa ou indirectamente está apelando ao voto no PSD.

A este PSD Açores aconselho olharem em seu redor e pensarem antes de agir ou dizerem qualquer tipo de asneira, o que já vem sendo habitual. Um PSD com um vazio de ideias que vive numa constante glorificação do seu passado e que não se preocupa em resolver os problemas que o país enfrenta. Preocupa-se sim se a pessoa X ou Y integram ou não as listas do partido e que recorre a ataques com a mesquinhice do costume e que demonstram que não conseguem outra forma de fazer oposição ao adversário, sublinhando assim o vazio de ideias que o PSD tem mostrado a todos nós.

5 comentários:

Joel Cardoso disse...

É para rir? Vazio de ideias é caçar o voto com tony's carreiras.

Aprendiz disse...

Grande Nuno, encontro-me de férias e por isso tenho andando um pouco arredado da realidade. Para além disso gosto mais de política do que "politiquices", daí não fazer um comentário acerca deste teu post.

Prefiro elogiar o teu blog e o eu esforço scialista por uma sociedade mais equalitária e mais atenta à juventude portuguesa.

Grande Abraço!

P.S: Foram umas grandes jornadas, não foram?

Filipe Guedes Ramos disse...

Gostei.
O PSD anda ao caídos, servindo-se das sarjetas para conquistar o voto, não tendo vergonha de atirar lama, mesmo que ela se volte contra si (como neste caso).
De qualquer das formas ainda bem que aqui escrever. Acaba por ser uma excelente forma de aceder às novidades desse também Portugal.

Abraço.

Anónimo disse...

os acores sao uma anedota a beira da madeira. encara a realidade!

o jardim pode ser mau, mas o teu querido cesar é ainda pior...

Anónimo disse...

aqui filtra-se os comentarios... qe plural... LOL